terça-feira, 3 de junho de 2014

Post de Despedida

Nós, da Apraespi (Associação de Prevenção, Atendimento Especializado e Inclusão da Pessoa com Deficiência), decidimos nesta terça-feira por desativar este blog, intitulado "Apraespi Notícias". Todo o material produzido pela associação será  postado na seção "Eventos e Notícias" do site oficial: www.apraespi.org.br. 

O blog esteve ativo desde 2011 e relatou todas as principais notícias da entidade, além de hospedar artigos de diretores e especialistas em reabilitação. 

Agradecemos pela crescente interação durante estes últimos anos e esclarecemos que o mesmo trabalho será retomado no novo site, ainda mais completo e aprofundado. Esta página, no entanto, não será deletada e permanecerá no ar disponibilizando todo o material aqui postado. 

Muito obrigado!


quinta-feira, 22 de maio de 2014

'Precisamos de um upgrade nas unidades profissionalizantes'

ENTREVISTA

Elisabeth Fernandes
- Coordenadora do Cati

Elisabeth: "Precisamos de um upgrade nas unidades profissionalizantes"

Cada vez mais em voga nos debates, a inclusão social e profissionalizante das pessoas com deficiência teve importantes avanços, mas ainda há muito a ser feito, tornando necessária a criação de novos centros de reabilitação para esse público. A opinião é de Elisabeth Fernandes, coordenadora do Cati (o centro de autismo da Apraespi), que falou da importância da família para maximizar a inserção de deficientes nos ambientes sociais. 

Recentemente saiu numa pesquisa que 3 mil empresas no ABC não cumprem a lei que determina o preenchimento de 5% do quadro de funcionários com pessoas com deficiência. A inclusão profissionalizante teve importantes avanços nos últimos anos, mas ainda há muito a ser feito?
Elisabeth Fernandes - A inclusão profissionalizante teve enormes avanços aqui na região do ABC. Por exemplo, na Apraespi, desde que foi criado o Copar, há 30 anos, mais de mil jovens saíram de lá capacitados e com emprego. É hora de pensarmos em aprimorar e ampliar esses trabalhos que deram certo. O governo precisa criar ainda mais cursos e parcerias com os centros profissionalizantes para surgirem novas opções de capacitação, além de melhorar as que já existem. Então, o resultado dessa pesquisa mostra que precisamos de um upgrade nas unidades educacionais profissionalizantes, como é o caso da Apraespi. São ótimas e funcionam muito bem!

Esses avanços têm muito a ver com a questão cultural da inclusão do deficiente nos ambientes sociais: família, escola, ambientes de lazer e círculos de amizade. Essa ideia é bastante trabalhada na Apraespi, não?
Elisabeth Fernandes - Com certeza, no Cati nós preparamos as crianças para estarem integradas socialmente. Isso facilita muito na hora da inserção no mercado de trabalho, afinal elas já estarão acostumadas com as dificuldades do convívio social e superarão isso. 

 A interação com a família faz toda a diferença, realmente. A Apraespi entende a função da família para tal finalidade e investe bastante nisso.
Elisabeth Fernandes – A Apraespi enxerga na família um papel imprescindível para a reabilitação. Por isso investimos em tantos projetos nesse sentido. Temos uma unidade chamada Espaço Família, onde as mães e pais de alunos, aprendizes e pacientes com deficiência passam o dia frequentando cursos e recebendo instruções para agir da maneira adequada com o filho com deficiência. Tem muita mãe, muito pai que não sabe como lidar com o filho. Além disso, a Apraespi conta com uma equipe de assistentes sociais que vai diretamente na casa das famílias atendidas para acompanhar e até maximizar os resultados do nosso atendimento. Acompanhamos tanto família que estão sendo atendidas quanto aquelas que buscam vagas. Resumindo: o jovem com deficiência precisa da família justamente para se tornar independente dela.

E a questão da inclusão do deficiente na rede pública de ensino? Até que ponto é possível pensarmos nisso?

Elisabeth Fernandes – A inclusão do deficiente nas escolas públicas é importante? É claro que sim, sem dúvidas. A Apraespi trabalha por isso sempre que possível. Agora, precisamos repetir o mantra: “Não à inclusão radical”. Não podemos ser radicais. Temos de buscar o equilíbrio sempre. Então não podemos apoiar incluir uma criança que usa cadeira de rodas numa escola sem rampas. Não podemos apoiar a inclusão de uma criança autista numa escola onde os professores não sabem lidar com esse perfil de aluno. E é isso que, infelizmente, alguns pontos da Conferência Nacional de Educação não olha com a devida atenção. Precisamos ter escolas tão boas quanto a Apraespi para preparar os alunos com deficiência para a inclusão na rede pública de ensino e para receber de volta aqueles que não conseguem se adaptar. Você pai, você mãe, diga não à inclusão radical! 


quarta-feira, 2 de abril de 2014

Expansão do Hospital Dia vai diminuir a fila de espera no Grande ABC

Obra do maior centro de reabilitação para deficientes na região foi inaugurada com o apoio da Fundação Salvador Arena

- FSA

A Fundação Salvador Arena (FSA), por meio do Programa de Apoio a Projetos Sociais (PAPS), inaugurou na última sexta-feira (28) o quarto pavimento do Hospital Dia, considerado o maior centro de reabilitação do Grande ABC, localizado na cidade de Ribeirão Pires. A obra, orçada em mais de R$ 400 mil, foi uma parceria entre FSA, Associação de Prevenção, Atendimento Especializado e Inclusão da Pessoa com Deficiência (APRAESPI), comunidade e Ministério da Saúde.

O Hospital Dia oferece tratamento gratuito para deficientes físicos, auditivos, visuais e intelectuais de sete municípios do Grande ABC. Mais de duas mil pessoas passam pelo local diariamente. Com a construção de mais um andar, a APRAESPI, entidade responsável pela administração do prédio, deve conseguir diminuir a fila de espera do centro de tratamento. Hoje, segundo a diretora da entidade, Maria Aparecida Moura, mais de 700 pessoas esperam por atendimento médico.

“A parceria com a Fundação Salvador Arena foi fundamental para esta conquista. Quando a comunidade e instituições sérias, comprometidas com a sociedade, se unem para o bem, só se pode colher bons resultados”, disse Lair Moura, superintendente da APRAESPI, durante a cerimônia de inauguração. O evento contou com a presença de funcionários da APRAESPI, pacientes e familiares, representantes de municípios do ABC e da Fundação Salvador Arena.

Do total da verba investida na ampliação do Hospital Dia, metade foi de responsabilidade da Fundação Salvador Arena, por meio do Programa de Apoio a Projetos Sociais, criado para apoiar ONGs em iniciativas de transformação e promoção social. A outra metade foi angariada pela própria comunidade e responsáveis pela entidade, a partir de doações, rifas e eventos. O Ministério da Saúde se responsabilizou pelos equipamentos das salas de atendimento.

A APRAESPI é parceira da Fundação Salvador Arena há dez anos. De 2004 a 2013, a instituição foi beneficiada pelo Programa de Alimentação Complementar para Entidades Sociais da FSA (PACES), que oferece alimentação de qualidade aos atendidos e assessoria técnica para os dirigentes da ONG. Em 2006, os coordenadores da APRAESPI participaram do curso de Administração para Organizações do Terceiro Setor, ministrado por profissionais da FSA e do mercado. E dois anos depois, a Fundação apoiou a entidade na instalação de equipamentos de combate a incêndio no Centro Ocupacional de Profissionalizante Adélia Redivo, da APRAESPI, em Ribeirão Pires.
“É papel do Terceiro Setor contribuir com a transformação social. Nós, da Fundação Salvador Arena, assumimos compromisso com a saúde, educação, habitação e assistência social. Mas só é possível construir um mundo melhor se houver um trabalho conjunto entre comunidade, instituições socialmente responsáveis e o poder público”, ressalta Marlene Barbieri Taveira, Conselheira e Diretora Executiva da área de Projetos Sociais da Fundação Salvador Arena.

quarta-feira, 26 de março de 2014

Nova unidade será inaugurada na sexta

APRAESPI, Mais uma conquista para o Grande ABC

Evento deve contar com a presença de autoridades da região do ABC

Cerimônia de inauguração está marcada para às 11h

Uma semana depois do aniversário de Ribeirão Pires, a Apraespi (Associação de Prevenção, Atendimento Especializado e Inclusão da Pessoa com Deficiência) prepara o presente para a cidade e inaugura nesta sexta-feira (28), às 11h, o quarto andar do Hospital Dia, que abrigará os atendimentos realizados com recursos destinados após o credenciamento da entidade como CER IV (Centro Especializado em Reabilitação IV), concedido pelo Ministério da Saúde a unidades que atendem os quatro gêneros de deficiências: física, auditiva, visual e intelectual. “É o presente que a diretoria da Apraespi oferece pelos 60 anos da nossa querida Ribeirão Pires: a inauguração do quarto andar do Hospital Dia”, comemora a superintendente Lair Moura.

O evento deve contar com a participação de prefeitos, secretários de Saúde e vereadores da região, além de profissionais da área. A cerimônia ocorre na própria sede da Apraespi (rua José Alvarez, 84 - Centro - Ribeirão Pires) com entrada livre para o público.

O novo andar foi construído para atender o fluxo de pacientes que estão chegando com os recursos do CER IV, que garantiu vagas a mais pessoas que aguardavam na fila. 

Com o credenciamento, a Associação está recebendo um incentivo pelos procedimentos que já realizava. A Apraespi pretende ampliar sua capacidade de atendimento e, em pouco tempo, atender a fila de espera em reabilitação para os quatro tipos de deficiência. ”Infelizmente, a demanda de pessoas por atendimento em reabilitação nunca cessa. Com o incentivo do CER IV e a inauguração do quarto andar, vamos atender o maior número possível de pessoas. Asim, o tempo de espera será mínimo”, completa Lair. A agilidade no fluxo de atendimentos pode ser decisiva, já que algumas sequelas requerem tratamento imediato.

“Essa vitória foi possível graças ao trabalho árduo da doutora. Lair e sua equipe, e das doações da Fundação Salvador Arena e da população”, destacou o presidente da associação, João Domingues de Oliveira Filho.

Na Mídia
A Eco TV (canal 9 da Net ABC) já confirmou a presença da superintendente Lair Moura para conceder uma entrevista especial sobre a conquista do CER IV no programa “Eco 30”. O encontro vai ao ar na próxima quinta-feira, 03 de abril, à partir de 12h30. A Rádio Pérola da Serra (87,5 FM, de Ribeirão) também prepara um especial sobre o tema.


quarta-feira, 12 de março de 2014

Apraespi inaugura 4.º andar de hospital

Para Lair, quarto andar do Hospital Dia é um presente da Apraespi para Ribeirão

Apraespi ampliará atendimento em reabilitação

A menos de uma semana do aniversário de Ribeirão Pires, a Apraespi (Associação de Prevenção, Atendimento Especializado e Inclusão da Pessoa com Deficiência) prepara o presente para a cidade: a inauguração o quarto andar do Hospital Dia, marcada para 28 de março. A unidade que atende pessoas com deficiências físicas, intelectuais e visuais. “É o presente que a diretoria da Apraespi oferece pelos 64 anos da nossa querida Ribeirão Pires: a inauguração do quarto andar do Hospital Dia”, comemora a superintendente Lair Moura.

O novo andar foi construído para atender o fluxo de pacientes que estão chegando com os recursos do CER IV (Centro Especializado em Reabilitação IV - credenciamento dado pelo SUS a unidades que atendem todos os tipos de deficiência), que garantiu vagas a mais pessoas que aguardavam na fila.  

Com o credenciamento, a Associação está recebendo um incentivo pelos procedimentos que já realizava. A Apraespi pretende ampliar sua capacidade de atendimento e , em pouco tempo, atender a fila de espera em reabilitação para os quatro tipos de deficiência. 

Para isso a a Apraespi requereu aumento de teto financeiro ao SUS .“Infelizmente, a demanda de pessoas por atendimento em reabilitação nunca cessa. Com o incentivo do CER IV e a inauguração do quarto andar, vamos atender o maior número possível de pessoas. Asim, o tempo de espera será mínimo”, completa Lair. A agilidade no fluxo de atendimentos pode ser decisiva, já que algumas sequelas requerem tratamento imediato.

“Essa vitória foi possível graças ao trabalho árduo da doutora Lair e sua equipe, e das doações da Fundação Salvador Arena e da população”, destacou o presidente da associação, João Domingues de Oliveira Filho. 

segunda-feira, 10 de março de 2014

Apraespi oferece curso para profissionais de saúde

Aulas serão realizadas na própria sede da entidade, no centro de Ribeirão Pires

Durante toda essa semana (de 10 a 14 de março) no salão de eventos da Apraespi (Associação de Prevenção, Atendimento Especializado e Inclusão da Pessoa com Deficiência) será realizado o curso "Capacitação, Orientação e Mobilidade”.

Serão capacitados 25 profissionais da Apraespi, que prestam atendimento a pessoas com deficiência visual. O curso, habilitado pelo Ministério da Educação, será ministrado pela professora Nadir da Silva Machado, do Instituto Benjamin Constant. 

Com a habilitação da Apraespi pelo Ministério da Saúde como CER IV (Centro Especializado de Reabilitação IV - cedido à instituições que atendem pessoas com deficiências físicas, auditivas, visuais e intelectuais -), a tendência é que a entidade aumente o número de cursos ministrados. "Oferecemos os cursos para os profissionais desenvolvam um trabalho de qualidade e humanizem ainda mais o atendimento destinado ao cidadão", comenta a superintendente da Apraespi, Lair Moura.


Mais ações - Em maio será realizado um seminário de reabilitação e em julho, um seminário para profissionais da área da educação. A diretoria da Apraespi revelou ainda que um curso sobre autismo e comunicação alternativa já está sendo organizado e será aberto estudantes e profissionais do Grande ABC. 

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Apraespi e Santa Casa firmam parceria

Junção de esforços prevê captação de recursos e atendimento conjunto em Mauá

Harry Horst, Lair e Emerson Tenqhini, assessor do deputado
federal Marcelo Aguiar, após reunião

- Opinião Pública

Representando a Federação Estadual das Santas Casas e a Apraespi (Associação de Prevenção, Atendimento Especializado e Inclusão da Pessoa com Deficiência), Lair Moura se reuniu  na terça-feira com o superintendente da Santa Casa de Mauá, Harry Horst, para definir  uma série de ações conjuntas entre as instituições.  

Uma das propostas é ampliar em conjunto ações desenvolvidas pela Fehosp voltadas para moradores de Mauá. Inclui teleconferências e campanhas preventivas. A associação, localizada em Ribeirão Pires, já atende em suas seis unidades aproximadamente 350 famílias mauaenses em saúde, educação e assistência social. 

Também foi tratada a participação das duas entidades no 23.º Congresso de Santa Casas, agendado para maio. 

“Muita gente de Mauá procura a Apraespi em busca de atendimento de qualidade. Mas, ainda assim, a fila de espera não foi totalmente liquidada. Por isso eu vejo nesta parceria entre Apraespi e Santa Casa de Mauá a oportunidade de levar serviços dignos para tantas famílias. A parceria com a Santa Casa beneficia as famílias de Mauá”, comentou Lair. “A Apraespi tem uma estrutura excelente e profissionais de ótimo nível, então acredito que a saúde pública de Mauá só tem a ganhar”, completa Horst. 

Outra ação é captar recursos junto a congressistas e aos governos estadual e federal para aprimorar o atendimento das unidades de saúde da região. Lair conversou na semana passada com o deputado federal Marcelo Aguiar (DEM-SP), que se comprometeu a destinar emenda parlamentar. “O Marcelo Aguiar é um deputado que realmente se preocupa com as Santas Casas e hospitais filantrópicos. Tenho certeza que ele vai atender à mais essa demanda popular”, avaliou a superintendente. 

A parceria entre Apraespi e Santa Casa foi articulada pelo vereador Ricardinho (PTB), parlamentar tradicionalmente ligado à saúde pública. 

Além de planejar a captação de recursos e a ampliação do atendimento, Lair se reuniu com Horst para pedir apoio para sua chapa, que disputará as próximas eleições à Presidência da Fehosp (Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo), marcadas para a segunda metade de março. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta a APRAESPI no Facebook