Educacional


EEIEF "VALENTINO REDIVO"

A Escola de Educação Infantil e Ensino Fundamental "Valentino Redivo" destina-se ao atendimento educacional de crianças com deficiência intelectual, síndromes associadas e distúrbios de aprendizagem, que necessitam de educação permeada pela modalidade educação especial.
A inclusão na Escola de Educação Infantil e Ensino Fundamental "Valentino Redivo" é uma realidade. Aqui são oferecidos serviços complementares na área da saúde adaptando práticas e projetos pedagógicos criativos, construindo uma filosofia educativa estimulante e inovadora.

A Escola de Educação Infantil e Ensino Fundamental "Valentino Redivo" oferece os seguintes níveis de Ensino:

Educação Precoce: Atende alunos de 0 á 3 anos que apresentem atraso no desenvolvimento neuropsicomotor. Compreende o desenvolvimento de atividades educacionais para crianças que necessitem de Estimulação Global visando prevenir desvios do desenvolvimento, incluindo atendimento na área da saúde.
Jardim: Atende alunos de 4 e 5 anos. Visando o pleno desenvolvimento da criança e a minimização de dificuldades através de métodos, técnicas e recursos, incluindo em uma programação curricular diferenciada para atender todos os tipos de dificuldades. Oferecendo também atendimento especifico na área da saúde.
Ensino Fundamental: Atende alunos de 6 a 14 anos, nos anos iniciais do Ensino Fundamental seguindo a matriz curricular obrigatória prevista na LDB e também desenvolvendo projetos extracurriculares, onde os alunos possam vivenciar os conteúdos de forma prática e prazerosa, visando o desenvolvimento integral dos educandos, garantindo-lhes acesso, permanência e sucesso na escola ou encaminhando-o para dar prosseguimento aos estudos em outra escola do sistema educacional.
Ensino Fundamental / Currículo Funcional: Segue a matriz curricular obrigatória oferecendo formas alternativas de educação escolar para alunos com deficiência intelectual, utilizando currículos adaptados e funcionais, trabalhando os conteúdos de acordo com a necessidade dos educandos, objetivando além da formação acadêmica a melhoria da qualidade de vida, proporcionado deste modo uma formação integral de acordo com suas potencialidades.

Projetos que fazem a diferença na qualidade educacional:

Educação Cognitiva: É uma filosofia/metodológica utilizada na escola onde oferece oportunidades de desenvolvimento nos processos de captação, elaboração e expressão de informações, motivação para o aprendizado e maximização da capacidade de aprender a aprender. Visa promover a mudança intencional da atitude de aprendizagem do próprio individuo, isto é da sua auto percepção considerando-o como gerador e fonte ativa de informação e não um mero recipiente passivo.
Psicopedagogia Informatizada: É um suporte para a integração das diversas disciplinas facilitando o trabalho interdisciplinar, construindo e contribuindo para a construção de novas práticas pedagógicas que possibilitem a melhoria da aprendizagem, utilizando-se da informática como ferramenta de complementação pedagógica.
Psicopedagogia:A Psicopedagogia visa resolver os problemas de aprendizagem mediante atendimentos individuais ou em grupos, reunindo conhecimentos da área da pedagogia e da psicologia.
Apoio Pedagógico: O apoio pedagógico é um suporte para os educandos que estão em processo de alfabetização. O trabalho é realizado individualmente, possibilitando ao aluno maior atenção e direcionamento ás suas dificuldades.
Projeto de Linguagem: A estimulação da linguagem em sala de aula, como outros tantos, é um trabalho pioneiro na Escola de Educação Infantil e Ensino Fundamental "Valentino Redivo". O trabalho é realizado por fonoaudiólogos, utilizando material audiovisual. Os temas tratados são escolhidos com base nos programas pedagógicos, adaptando o material para as idades e níveis educacionais.
Projeto Ciências: O projeto de Ciências tem como objetivo aprender a valorizar e preservar o meio ambiente, convivendo com os ecos sistemas e sua biodiversidade, relacionamento do homem com a natureza, respeitando toda forma de reaproveitamento de materiais combatendo os desperdícios, conscientizando o educando, para que o mesmo venha a agir de forma responsável, preservando o ambiente e percebendo-se assim como parte integrante da natureza.
Educação Física: A Educação Física é componente curricular obrigatório a assume um papel importante quando se responsabiliza pelo desenvolvimento geral do aluno envolvendo os aspectos cognitivos, sociais e principalmente os motores, tendo como objetivo principal buscar o desenvolvimento do ser humano de forma geral, respeitando as limitações individuais, adaptando suas estratégias conforme a necessidade de cada um de seus praticantes.
Educação Artística: A Educação Artística tem um caráter interdisciplinar das expressões artísticas, uma vez que o aluno é um ser que enquanto pessoa, percebe, age, interage, também produz modificando o meio. Respeitando o ritmo e o potencial de cada um, levando em consideração o estágio de desenvolvimento de cada aluno. A educação artística esta dividida em várias linguagens: a corporal (através da dança e expressão corporal), a musical (musicoterapia, coral, instrumental, fanfarra) e visual (artes plásticas).


COPAR - "Centro Ocupacional e Profissionalizante Adélia Redivo"

1ª Escola de Ensino Profissionalizante Básico reconhecida no País. Fundado em 30/04/1983 e autorizado pela Secretaria Estadual de Educação sob nº. 897/88, o COPAR tem por finalidade prestar atendimentos educacionais a adolescentes e adultos com deficiência e distúrbios de aprendizagem, visando o desenvolvimento de suas potencialidades e o pleno exercício de sua cidadania. O nome da Escola é uma homenagem à Dona Adélia Redivo, esposa do nosso saudoso fundador o Sr. Valentino Redivo.
O COPAR atende atualmente 216 alunos e usuários a partir de 12 anos de idade até a idade adulta em período integral, oferecendo os seguintes Níveis de Ensino:

Ensino Fundamental;
Ensino Fundamental com Currículo Adaptado;
Ensino Fundamental Modalidade Educação de Jovens e Adultos;
Educação Profissional - Nível Básico;
CIEE (Centro de Integração Escola Empresa);
Programas Específicos;
Oficinas Terapêuticas;

Ensino Fundamental
O Ensino Fundamental é dividido em dois Ciclos, Ciclo I Fases I e II / Ciclo II Fases III e IV. O COPAR atende os alunos nas séries iniciais do Ensino Fundamental. Oferecendo Matriz Curricular obrigatória prevista na LDB e também desenvolvendo projetos curriculares, onde os alunos possam vivenciar os conteúdos de forma prática e prazerosa, visando o desenvolvimento integral dos usuários, garantindo o acesso, permanência e sucesso na escola e encaminhando-os para dar prosseguimento aos estudos em outra escola do sistema educacional.

Ensino Fundamental com Currículo Adaptado
Este programa é realizado conforme uma Matriz Curricular obrigatória, oferecendo formas alternativas de educação escolar para alunos com dificuldades cognitivas utilizando currículos adaptados e funcionais, trabalhando os conteúdos de acordo com as necessidades dos usuários, objetivando além da formação acadêmica a melhoria da qualidade de vida, proporcionando deste modo uma formação integral de acordo com suas potencialidades.

Ensino Fundamental Modalidade Educação de Jovens e Adultos
O Programa de Ensino Fundamental Modalidade de Jovens e Adultos é dividido em Ciclo I e Ciclo II para adolescentes e adultos. A modalidade de ensino é destinada a aqueles que não tiveram acesso ou continuidade de estudos no Ensino Fundamental, tendo como objetivo a formação básica do cidadão.
A partir de 2005, o trabalho em sala de aula passou a ser realizado por equipe interdisciplinar, Educação Cognitiva e Projeto de Linguagem, com a presença de pedagogos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e psicólogos.
Educação Cognitiva: A Educação Cognitiva é desenvolvida por toda a equipe interdisciplinar, trabalhando-se atividades para estimular e desenvolver as OPERAÇÕES MENTAIS necessárias à aprendizagem.
Projeto de Linguagem: Este projeto é desenvolvido por fonoaudiólogas com o objetivo de melhorar e desenvolver a linguagem, adequação do discurso oral, fonêmicas e grafêmicas nos alunos. A escola segue a matriz curricular obrigatória da Lei de Diretrizes e Bases, disponibilizando as seguintes matérias:
Português, Matemática, História, Geografia, Educação Artística, Ciências e Educação Física.

As aulas são ministradas por pedagogos e quando necessário, são apoiados por auxiliares de classe. As aulas de Ciências são ministradas por Biólogos e as aulas de Educação Física por profissionais habilitados na área. Além destas, a escola oferece aulas de música (Violão, Teclado, Flauta).

Educação Profissional - Nível Básico:
Dividido em três Etapas:

Preparação para o Trabalho:

Esta etapa consiste em oferecer maior variedade e experiência de trabalho em atividades práticas, complementares e acadêmicas. Desta forma, o aprendiz pode através de suas vivências e interesse, potencializar o desenvolvimento de suas capacidades para o trabalho.

Qualificação para o Trabalho:

Esta etapa tem como objetivo qualificar a mão de obra do aprendiz para o emprego, subdividido em:

Treinamento Profissional:

Este programa se preocupa com o desenvolvimento de habilidades básicas para os aprendizes desempenhar melhor determinadas tarefas, desempenho por meio de atividades práticas, o potencial do aprendiz com qualidade e responsabilidade. Esta etapa pode ser realizada nas seguintes modalidades:

Treinamento em Estágio:

O Governo Federal, através da Lei nº 8.859 de 23 /09/94, garante o direito à pessoa com deficiência à participação em atividades de Estágio em empresas públicas e particulares, sem que isto se caracterize vínculo empregatício. O aprendiz irá desenvolver e/ou modificar atitudes com a finalidade de torná-los aceitáveis no mundo de trabalho e adquirir uma qualificação profissional com o objetivo de sua futura colocação em um emprego competitivo.

Habilitação para o Trabalho:

Esta modalidade de Ensino proporciona ao aprendiz um nível formal e sistematizado para a aquisição de conhecimentos e habilidades associadas a uma determinada profissão ou ocupação. Neste programa, o COPAR oferece os seguintes cursos: Informática, Horticultura, Tear e tapeçaria, Marcenaria, Jardinagem e reflorestamento, Arte Culinária, Artesanato, Modelagem em Cerâmica e Arte Musiva.
Todos os cursos têm duração determinada e todos os aprendizes que concluem o curso recebem o certificado de conclusão.

Habilidades Básicas e de Gestão:

Os aprendizes recebem aulas complementares onde aprendem à importância de se tornarem independentes na questão de transportes, necessidade e importância de cada documento, direitos e deveres. Desta forma, nossos aprendizes estarão preparados para trabalhar em equipe, tomar decisões, superar conflitos, planejar em grupo, organização de trabalho, montagem de currículo, importância da entrevista para o emprego e a promoção da autoestima.

Colocação no Mercado de Trabalho:

É a última etapa do processo da Educação Profissional. Esta etapa confirmará a validade e a eficiência de todo o processo anterior. A colocação é a inserção da pessoa com deficiência em algum tipo de atividade laborativa condizente com o seu potencial, condições físicas e aspiração deste aprendiz.

CIEE (Centro de Integração Escola Empresa):
A APRAESPI mantém convênio com o CIEE (Centro de Integração Escola Empresa) para captação de vagas. Desde sua fundação, já passaram pelo COPAR mais de 1200 aprendizes, centenas destes foram encaminhados para o mercado de trabalho. Este programa foi iniciado em 1985 e atualmente, são muitas as empresas que nos procuram com o objetivo de colocar a pessoa com deficiência em seu quadro de funcionários mesmo antes do Decreto nº 3.208 de 20/12/99 que regulamenta a Lei nº 7.853. Esta Lei obrigam as empresas com 100 ou mais funcionários a preencherem seu quadro de pessoal de 2% até 5% de Pessoas com deficiência.

Programas Específicos:
Nos Programas Específicos são atendidos através de Oficinas Terapêuticas, aprendizes com significativos atrasos no desenvolvimento, visando à melhoria da qualidade de vida, disponibilizando orientação à família e sua inclusão social dentro de suas limitações e possibilidades.

Oficinas Terapêuticas:
As atividades desenvolvidas nestas Oficinas constituem em Fabricação Própria e Marchetaria (colagem de peças em madeira) através da utilização dos recursos da natureza, Nas Oficinas Terapêuticas, são produzidas Jardineiras, Porta-Lápis, Cachepôs, Bandejas, etc.

O COPAR mantém um sub-contrato com a Empresa Acrilex. Neste contrato, o usuário através de linhas de montagem, seleciona, embala, controla a qualidade, selam, etiquetam e encaixotam giz de cera de vários tipos. Estas atividades têm por finalidade ocupar os usuários que passaram por todos os processos educativos que a escola oferece. Os usuários são remunerados pelas atividades que executam e continuam recebendo todos os tratamentos na área de Saúde de acordo com suas necessidades. Neste programa de atendimento também são oferecidos: Ginástica Laboral, Cuidados Pessoais, Educação Física Adaptada, Orientação Familiar, Arte Terapia, Música, Informática e Cuidados de Enfermagem.

CATI - "Centro de Atendimento aos Transtornos Invasivos do Desenvolvimento"

O Centro de Atendimento aos Transtornos Invasivos do Desenvolvimento é uma unidade da APRAESPI que atende usuários nas áreas da Educação, Saúde e Assistência Social à pessoa com Autismo. A APRAESPI é um Centro de Referência do Ministério da Saúde.

A atuação educacional no CATI é baseado no método TEACCH (Tratamento e Educação para Crianças Autistas e com Distúrbios Correlatos da Comunicação)


Método TEACCH
O método TEACCH foi desenvolvido nos anos 60 no Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Carolina do Norte (EUA) e atualmente é muito utilizado em várias partes do mundo. O TEACH foi idealizado pelo Dr. Eric Shoppler e atualmente tem como responsável o Dr. Gary Mesibov. O método TEACCH se baseia na organização do ambiente físico através de rotinas e sistemas de atividades. Desta forma, o ambiente é adaptado, facilitando a compreensão para a Pessoa com Autismo. Assim como, facilitar para que o aluno compreenda o que se espera dele. O método TEACCH tem como objetivo desenvolver a independência da Pessoa com Autismo. Desta forma, a mesma pode passar grande parte de seu tempo ocupando-se de forma independente.

Atuação na área da Educação
Dividido em duua Áreas de Atendimento:

Educação Infantil:

Ensino Fundamental:


Atuação na Área de Saúde:

Atendimento de Saúde individual

O Atendimento individual caracteriza-se pela intervenção centrada no usuário que manifesta disfunções específicas e que necessitam de intervenção individualizada.

Atendimento de Saúde em Grupo

No atendimento interdisciplinar estará à atuação do profissional intrínseco ao planejamento e atuação pedagógica, sendo os terapeutas um grupo de apoio ao trinômio.
Família - Usuário - Professor: A prática interdisciplinar configura-se na medida em que diversas especialidades se completam, interagem e intervém entre si, efetuando a conexão dos diversos saberes com o objetivo de apoiar a Pessoa com autismo em seu desenvolvimento. Desta forma, ajudando a Pessoa a alcançar a idade adulta com o máximo de autonomia possível, compreendendo o mundo que o cerca através da aquisição de suas habilidades.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta a APRAESPI no Facebook